Como é que é? O povo na rua? Mais de uma vez? Cinco vezes??? Andaram o suficiente para chamar o protesto de manifestação 10 k?Alguma coisa tá acontecendo…

Pois é, o povo foi às ruas em São Paulo pela quinta vez, e junto com ele foram pessoas de várias outras capitais, em protestos simultâneos. O cheiro nas ruas era de vinagre, o clima de paz e a vontade era plural.

A redação deste blog que vos fala esteve na manifestação ontem, e felizmente não tomou nenhuma bala de borracha no peito nem inalou gás lacrimogênio ou spray de pimenta. Ao invés disso, presenciou frases de efeito gritadas ou em cartazes. A Dona Marocas separou algumas para mostrar para vocês.

professora-Dona-Marocas-Mauricio-de-Sousa-Bobos-sem-Corte

“Filma eu, bundão”.

“Enquanto você assiste na TV, eu protesto por você”.

“Que coincidência, não tem polícia, não tem violência”.

“Mas que vergonha, a passagem tá mais cara que a maconha”.

“Ei Haddad, pega na minha passagem”.

Um grande abraço e até a próxima!

 

 

 

Estamos presenciando algo inusitado nesta semana. O povo de São Paulo foi às ruas, mais de uma vez, para protestar inicialmente contra o aumento da passagem do transporte público na capital paulista.

Como não podia faltar, lá estava a polícia militar, ‘acompanhando’ as movimentações do protesto dos cidadãos paulistanos. Como era de se esperar, em certo momento das passeatas houve confronto, e algumas pessoas sairam feridas.

Para marcar esse momento histórico, vejamos o perfil da nossa personalidade da semana:

tropa-de-choque

Nome: Policia Militar
Idade: 180 anos
Um ídolo: Costa e Silva
Um sonho: Ordem e progesso
Bomba de efeito é:  “bom para o moral”

Scroll to top