Como é que é? O povo na rua? Mais de uma vez? Cinco vezes??? Andaram o suficiente para chamar o protesto de manifestação 10 k?Alguma coisa tá acontecendo…

Pois é, o povo foi às ruas em São Paulo pela quinta vez, e junto com ele foram pessoas de várias outras capitais, em protestos simultâneos. O cheiro nas ruas era de vinagre, o clima de paz e a vontade era plural.

A redação deste blog que vos fala esteve na manifestação ontem, e felizmente não tomou nenhuma bala de borracha no peito nem inalou gás lacrimogênio ou spray de pimenta. Ao invés disso, presenciou frases de efeito gritadas ou em cartazes. A Dona Marocas separou algumas para mostrar para vocês.

professora-Dona-Marocas-Mauricio-de-Sousa-Bobos-sem-Corte

“Filma eu, bundão”.

“Enquanto você assiste na TV, eu protesto por você”.

“Que coincidência, não tem polícia, não tem violência”.

“Mas que vergonha, a passagem tá mais cara que a maconha”.

“Ei Haddad, pega na minha passagem”.

Um grande abraço e até a próxima!

 

 

 

Mais um protesto na Av. Paulista? Meu Deus, de novo?

Antes de sair berrando que ‘arruaceiros’ complicaram o trânsito e dificultaram a vida do trabalhador honesto, entenda o que estava acontecendo. A prefeitura aumentou mais uma vez a passagem de ônibus em São Paulo, e agora ela é uma das mais caras do Brasil.

Motivados por protestos bem sucedidos em Porto Alegre, manifestantes sairam às ruas para protestar contra o preço abusivo das passagens.

Obviamente, houve confronto com a polícia, e alguns lugares foram depredados.

Como o assunto é delicado, vamos ver hoje o que os ‘comentaristas de internet’ acharam dessa notícia:

“Lembram quando tinha um sindicalista cachaceiro lá no ABC que levantava de manhã levantava com aquela ressaca ia para a frente da fabrica e incentivava todos para entrar em greve pois é os estudantes só estão imitando o cachaceiro” .

“São baratas vermelhas tá na cara”.

“Quem nao reclama de pagar os gastos da presidente e comitiva no exterior, sem ter que dar explicaçoes, do que ta reclamando mesmo? Do custo da passagem?.

Marocas, precisamos de você urgente!

professora-Dona-Marocas-Mauricio-de-Sousa-Bobos-sem-Corte

“Pessoal burro, faz greve em vez de reclamar no facebook. E pra mim manifestante é a mesma coisa que estudante” .

“Só pode ser o PT reclamando contra a prefeitura do PT”.

“Duvido que você consegue arranjar um assunto que eu não faça relação com a Dilma”.

Um grande abraço e até a próxima!

Nosso escopo de assunto dentro do esporte cada vez diminui mais. Antes falávamos de futebol + outros esportes, depois passou apenas para futebol, e agora falamos somente do Neymar.

Até quando o assunto é o casamento do Ganso, sai mais notícia do Neymar. Bom, já que não se fala mais nada além da transferência do garoto para o Barcelona, vejamos o que foi dito e o que ele realmente quis dizer.

“E aqui se encerra essa passagem maravilhosa por um clube especial”.

“A ficha ainda não caiu totalmente, ainda vai ter um outro choque”.

“Temos jogadores talentosos que podem nos levar ao topo”.

Marocas, explica melhor!

professora-Dona-Marocas-Mauricio-de-Sousa-Bobos-sem-Corte

“Chega do Pelé falando bosta. Tirando as mina, o resto não compensa aqui no Brasil”.

“Você já foi pra Ibiza? Então, malandro…”.

“Tomara que outros jogadores talentosos levem a seleção pro topo, porque eu to meio de boa”.

Um grande abraço e até a próxima!

Nesse grandississimo Dia do Trabalho, trazemos a tona a discussão interna da RedeTV. Os envolvidos foram os recém contratados da emissora, João Kléber e Silvio Luiz, dois veteranos da televisão.

João Kléber aparentemente invadiu o ‘swicther’ do programa de Silvio Luiz e começou a falar asneiras. Vejamos os xingamentos envolvidos:

“Velho, mau-carater, babão, você caiu nos encantos da sedutora!”

Marocas, explica melhor o que o rei do sensacionalismo falou.

professora-Dona-Marocas-Mauricio-de-Sousa-Bobos-sem-Corte

“Não vem tentar elevar a qualidade da emissora. Eu to trabalhando duro pra deixar essa porra sensacionalista”.

Bom feriado e até a próxima!

 

Ana Maria Braga, o Faustão das manhãs na Globo, sofreu uma pancada forte e foi pro chão ao vivo nesta segunda-feira. Ela mostrava uma matéria com um “carro inteligente”, quando este mesmo danadinho começou a dar ré a atingiu a apresentadora com a porta.

Pô, mais piada pronta impossível. A Globo obviamente cortou a cena depois e voltou pro estúdio, onde o Louro José tentava dar um gato e arrumar a situação. Vejamos o que foi dito depois dessa grande cena.

http://televisao.uol.com.br/noticias/redacao/2013/04/23/apos-acidente-ana-maria-braga-nao-apresenta-o-mais-voce-de-terca-23.htm

“Mãezinha está de folga. Ela está descansando, está numa boa”, disse o Louro José.

Vim para dizer que depois do incidente de ontem, achamos melhor  que eu ficasse em casa hoje para estar inteira amanhã”, afirmou Ana Maria Braga.

A explicação da situação fica por sua conta, Marocas.

professora-Dona-Marocas-Mauricio-de-Sousa-Bobos-sem-Corte

“Finalmente eu vou protagonizar essa @$%*%”, disse o Louro José.

“A Globo manda, a gente obedece. Vou tentar abafar a situação por aqui”, afirmou Ana Maria Braga.

Um grande abraço e até a próxima!

O julgamento do fatídico acontecimento no Carandiru está acontecendo. A penitenciária invadida há mais de 20 anos e que nem existe mais divide opiniões, e estas opiniões basicamente são: “Os policiais entraram pra matar” e “bandido bom é bandido morto”.

Com certeza será uma longa caminhada até o fim desse processo e muita gente ficará decepcionada com qualquer que seja a decisão, mas, de qualquer maneira, vamos ouvir o que a primeira testemunha de defesa tem a dizer nesse segundo dia de julgamento do caso Carandiru.

“Infelizmente não foi possível [conversar e solucionar o conflito]. A arquitetura física do pavilhão 9 impedia qualquer conversa, com aquelas muralhas, fora o barulho do helicóptero Águia [da PM]”, disse o desembargador Ivo de Almeida.

“(Vi) seis ou sete pessoas aparentando enrijecimento [cadavérico] serem retiradas. Ouvi tiros esparsos, mas havia nuito barulho lá”, confirmou o desembargador.

Marocas, o que ele quis dizer?

professora-Dona-Marocas-Mauricio-de-Sousa-Bobos-sem-Corte

“Ninguém nunca vai saber o que aconteceu lá. A chinela cantou, e ponto final”, disse o desembargador Ivo de Almeida.

“Foi open bar de pipoco. Multiplica por 10 os números de mortos que eu vou te falar”, confirmou o desembargador.

Um grande abraço e até a próxima!

Scroll to top