Como poderíamos falar de nós, homens, sem estarmos sob mira inimiga? Não poderíamos.
Era necessária a visão feminina para completar. Mas as mulheres não são inimigas não, muito menos a nossa convidada, Babu Carreira, que veio para abalar o bambu e falar de muito sécso.
Babu é atriz, humorista, modelo plus size, youtuber, faz pole dance, vem do Norte e ainda fez parte do Papo Calcinha no Multishow. Não é pouco, é para quem gosta de quantidade.
Tentamos entender os homens, quem somos, o que fazemos, para onde vamos?! Babu vai falar, criticar, dar dicas, pitacos e também tentará desvendar alguns segredos. Afinal, quem é que sabe algo mesmo do sexo oposto?
E mais: a gordofobia em pauta; a desconstrução da mulher frágil; piadas pesadas do começo ao fim; e muitas imagens fortes que se formarão na sua cabeça.
Se prepare que o clima vai esquentar e o sangue vai subir!

Eles são os heróis das estradas, os lobos solitários, os mensageiros de parachoques, os poetas de balcão. O BSC Podcast dessa semana vai falar sobre caminhoneiros!
Com seus tipos físicos esquisitos, uma das maiores forças motrizes da nossa sociedade é um reflexo vasto sobre a sociedade brasileira. Uma profissão arriscada, solitária, onde absolutamente nada parece seguro.
Condições precárias, estradas arrebentadas, fiscalização, saudades de casa, segundas famílias, o contrabando, os narcotóxicos, os mitos e histórias.
Caminhoneiro que é caminhoneiro e nunca viu o Saci, não merece a alcunha de caminhoneiro, é no máximo um distribuidor local. Tem que dormir na boleia, fazer sujeira no acostamento e ter saudades da mãe; uma família em cada Estado, um santinho da Virgem Maria e um despacho, que é na verdade marmita, café da manhã e jantar.
Na maior alta de roubo de cargas do Brasil, os Stênios Garcias da vida real sofrem para continuar levando a sua mesa todos os produtos que as inexistentes ferrovias deviam levar para você, sem jamais ouvir um obrigado.
Obrigado Bino, pelo papel toalha e barrinha de cereal de cada dia! Sinto muito pelo seu nude ter vazado, eu voltaria atrás, juro que voltaria.

Scroll to top