yuppiesEu estava lendo as últimas tendências da moda, pois creio que homem que se interessa por isso está na frente (aqui abre-se brecha – e aqui outra – para piadinhas sem graça). Na frente em que? Na própria busca heterossexual, a busca pelo seu harém. E buscamos não pelo tanto de nobres garotas que estão aos nossos pés, e sim pelo exibicionismo.

Então li as matérias e vi que a nova tendência era algo como ser um Yuppie! Agora no vestuário, pois essa é a nova ordem social faz tempo, desde o estabelecimento do capitalismo como sistema a, yubsoluto! Pobres camaradas barbudos… pobres mesmo! O que me fez então, escrever nesse site de merda humor!

Continue reading

Portada_TVAntes de começar, quero expressar que sou totalmente avesso a fofoca – Não me apetece. Mas, sou obrigado a manter minhas relações contratuais com este site e escrever o que mandam. É como diz o ditado – “Manda quem pode. Obedece quem tem juízo”

Não estamos aqui para falar do artista, cuja música que atormenta até a alma foi sem dúvida um grande estopim para mostrar os ritmos latinos as grandes massas mundialmente; mas sobre a pessoa Enrique Martín Morales, popularmente conhecida como Ricky Martin.

Ricky Martin, é um ícone (?!?!?!?!?) Pop desde os anos 80 quando fazia parte dos Menudos – *meninas histéricas gritam* – e dúvidas sobre sua sexualidade pairam desde então. É interessante notar, no entanto, que mesmo antes destas declarações “Ricky” já demonstrava certos deslizes. No ano de 2007 quando seu miguxo Christian Chavez do RBD liberou geral contou ao mundo que era homossexual, Ricky comentou – “A vida é muito curto para vivermos presos. Agora Christian está livre em vários aspectos. Desejo-lhe muita força”

Parece que o “coraçãozinho” de Ricky Martin amoleceu, após a paternidade. Dez meses após o nascimento de seus gêmeos (gerados em uma barriga de aluguel) Ricky Martin – que nunca fala de sua vida pessoal – decidiu abrir o seu… coração para uma revista porto-riquenha. Nesta entrevista, Ricky Martin diz estar muito feliz, assume ter muito amor para “dar” – *uepa!!!* – e que seu coração “pode pertencer tanto a homens quanto a mulheres” – segundo palavras do próprio. Parece que nosso amigo Alexandre vai voltar a caça…

Não há razões para chorar meninas, ao que parece, entre um menino e outro ainda há espaço para vocês.

Para aqueles que quiserem conferir a entrevista na íntegra, ela será publicada na edição da próxima semana da revista “TVaqui” em Porto Rico. 😛

Fonte: Elpais.com

 

O que vocês acham leitores? Comentem o post e deixem sua opiniões sobre a atitude de Ricky Martin.

Estreno_realSacha Baron Cohen, mais conhecido por sua personagem Borat, repete o perfil de reporter inusitado no seu novo filme “falso-documentário” BrunoMania das pessoas de usar meu nome!!! 😛
Caso vocês desavisados não saibam, Borat não era um documentário real, este é um formato que os americanos chamam de mockumentary – algo como “documentário tira-sarro” – que finge ser um documentário sério com temas sórdidos e inusitados.

Nesta nova empreitada, Borat – digo Sacha Baron Cohen – interpreta o polêmico reporter Bruno – iiih – austríaco e homossexual.

E Sacha realmente “veste” a personagem. Assim como fez com Borat, como o qual ia a todos os lugares, festas e premiações; Sacha agora desfila o tempo todo como Bruno – tem certeza que eu deveria estar fazendo esta matéria??? Tudo para divulgar a película, segundo o próprio ator.

Bruno já protagonizou diversas cenas constrangedoras hilárias, como por exemplo no último MTV Movie Awards em que aterrisou com seu traseiro ajeitadinho sobre o Rapper Eminem; ou então, mais recentemente durante a pré-estréia do filme em Londres, em que vestiu-se com roupas da Guarda Real Britânica num estilo mais “descolado” e desfilou com seus soldadinhos – Seria a versão Real da Parada Gay?!?!?!?!?!

O verdadeiro propósito de Sacha não é simplesmente fazer com Bruno – cansei de reclamar – o que foi feito com Borat, trazer o personagem da ficção à vida de modo que as pessoas realmente acreditem que tudo é real.

Ele quer mais – “Não quero atrair a atenção para mim. A última coisa que quero é ser o austríaco mais famoso desde Hitler. O que realmente quero é ganhar o prêmio Nobel” – diz “Bruno”, que ainda se vangloria do fato de Bruno ser o filme mais importante a ter um Austríaco Gay como protagonista desde o Exterminador do Futuro 2 – coitadinho do Governator.

Polêmicas a parte, todos que conhecem o trabalho de Sacha Baron Cohen já sabem o que esperar. Esse é seu estilo.
Se você foi um dos muitos que curtiu Borat, então aguarde a estréia mundial de Bruno para Julho deste ano. Agora, se este tipo de humor não for a sua praia, pode parar de ler o post – já terminou mesmo – e ir domir.

Ah, e antes que me perguntem – Não, eu não sou austríaco! Não, eu não sou reporter! E não, eu não sou Gay! (Nada contra, viu Alexandre?) 😛

Fonte: Elpais.com

Comentem o post, deixe-nos saber o que vocês acham de Borat, Bruno e demais peripécias de Sacha Baron Cohen…

Scroll to top