Categoria: Guerra dos Sexos

Estava eu acessando o google analytics pra ver como andam as visitas no blog, o que o pessoal procura e como chegam aqui, quando me deparo com a seguinte busca: como saber quando o homeme só quer levar vc pra cama?

Fiquei tão pasmo que resolvi até criar um tópico separado! Como alguém tem a idéia de ir no google e digitar “como saber quando o homem só quer levar vc para a cama”??

Bom, aí eu pensei… vamos ver o que tem por aí sobre o assunto. Cheguei no site da “formidável” Revista Gloss. Incrivelmente a tal da revista não tem nenhum slogan, coisa que eh moda entre as revistas (vide VIP por exemplo), mas basicamente ela é feita “para a mulher moderna”. Vamos ao que importa… sim, lá existe uma matéria que ensina você, mulher, quando o homem só quer te levar pra cama!

Baseado num livro chamado “Atração – Decodifique a linguagem do amor” a matéria diz que existem 9 gestos pelos quais, nós homens denunciamos a má intenção… a saber:

ABRIR AS PERNAS

MÃOS NOS QUADRIS

POSIÇÃO DE CAUBÓI

BRINCANDO COM OS BOTÕES

TOCAR NO ROSTO

GIRANDO A LATA

ESPREMENDO-SE NA CADEIRA

O BRAÇO EM VOCÊ

EMPRESTANDO O PALETÓ

Bom, eu vou explicar tudo isso pra você entender de verdade o que esses gestos significam! Em azul o que a revista diz, em preto está a realidade. Divirta-se:

  • ABRIR AS PERNAS:”Ele vai abrir as pernas quando estiver sentado a sua frente para dar-lhe uma visão da área peniana. Ele está mostrando o que tem de melhor. Vamos torcer que ele ainda esteja de calças.”
    Ahn?? Que tipo de cara abre as pernas?? Você, minha filha, que tem que abrir as pernas! E esse “vamos torcer que ele ainda esteja de calças”? Que tipo de pessoa escreve uma coisa dessas? 
  • MÃOS NOS QUADRIS: “Ele vai ficar de pé com as mãos nos quadris. Isso dá ênfase ao físico e sugere que ele está de bem com o próprio corpo. Também indica o local onde ele gosta mais de receber carícias. Se passar a noite com as mãos nos quadris e os dedos estendidos e apontados para baixo, está querendo que você olhe, toque e admire o item de que ele mais se orgulha. Tudo feito quase que inconscientemente.”
    Tá bom, agora vc vai me convencer que um cara que abre as pernas e fica a noite inteira com as mãos nos quadris só tá querendo te levar pra cama?? A última coisa que essa bichona quer eh isso! Provavelmente o “item” a ser admirado é o sapato novo ou aquela calça “chiquééézima” que ele/a comprou. 
  • POSICÃO DE COWBOY: Ele vai assumir posição de caubói: dedos presos no cinto, apontando para a genitália, pernas abertas na mesma distância dos ombros e cabeça inclinada para o lado. Os texanos deram o nome de cowboy a essa posição depois que pesquisadores observaram que quase todos os homens assumiam essa mesma pose na hora de paquerar. Trata-se da principal pose masculina como gesto de sedução do mundo ocidental
    Esse é o famoso predador! Eee beleza! Dedo no cinto, mostrando o “pacote”, preparado… pronto pra te laçar, sua MULA! 
  • BRINCANDO COM OS BOTOES: Ele vai brincar com os botões da jaqueta, abotoando-os e desabotoando-os. Você provavelmente fez com que ele se sentisse um pouco nervoso, além dele poder ter um desejo inconsciente de tirar a roupa. O próximo estagio é desabotoar a jaqueta e deixá-la aberta ao mesmo tempo que coloca as mãos nos quadris; se tirar a jaqueta, está pensando nos sapatos embaixo da sua cama.
    Pa pa pa perae!! Essa tem que ler até com mais calma. Quer dizer que o cara fica “brincando” com os botões da camisa… bem normal isso, afinal “a menina está nervosa”. Até aí, fazer o que né? Depois ele sente um desejo inconsciente de tirar a roupa… sim, o rapaz alegre está com vontade de ficar como veio ao mundo, pq tá calor e ele presica se “refrescar”. Só falta querer fazer um strip ao som de I will survive. E por fim, um cara que pensa nos seus sapatos não pode realmente passar a imagem que quer te levar pra cama! Quem em sã consciencia pensa em SAPATOS!??!! HEIN?? 
  • TOCAR NO ROSTO: Ele vai tocar no rosto muitas vezes enquanto olha para você. Se estiver interessado, vai acariciar as próprias bochechas, orelhas e queixo, numa combinação de excitação, vaidade e auto-erotismo. Os lábios ficam muito sensíveis quando estamos excitados e ele pode passar a idéia de que seria ótimo beijá-la.
    Na boa, no gesto anterior o cara tava pensando em SAPATOS… agora deve estar preocupado com sua maquiagem… ou tá o ó ou arrasou!! Ah, dah licença viu! 
  • GIRAR A LATA: Ele vai começar a apertar e girar o copo ou lata que estiver à mão. Sabe por quê? Porque lembram seios. O corpo do homem deixa escapar o que está se passando no subconsciente.
    Huahuhuahaua… isso mesmo! As latas lembram seios! Como eu não tinha pensado nisso antes? Só se forem os seios de quem escreveu essa asneira! Se você é mulher e está lendo isso… não! Seus seios não se parecem com latinhas de cerveja! Se as latas lembrassem seios, ninguem ficaria amassando as pobrezinhas! E quanto a frase sobre escapar o que esta no subconsciente, acho que Freud já meio que tinha falado isso né? Sobre todos os humanos inclusive! 
  • ESPREMENDO-SE NA CADEIRA: Ele vai espremer-se na ponta do assento para ficar mais perto de você. Se cruzar as pernas, a que ficar por cima vai apontar em sua direção.
    “Bebi demais e preciso ir ao banheiro”. SÓ ISSO! 
  • O BRAÇO EM VOLTA: Ele vai dirigir os seus passos ao colocar o braço em seu cotovelo ou em uma pequena área das costas. Isso não é somente sinal de boas maneiras ou uma forma educada de guiá-la através da multidão. Ele quer saber, com certeza, onde você vai para não perdê-la. Esse gesto também mostra que ele está “tomando conta” de você, de forma que não há necessidade de outros homens aparecerem querendo ajudar. Fora que, nesse movimento, podem ocorrer carícias “acidentais-de-propósito”.
    Quando colocamos o braço em volta de vocês na verdade estamos tentar dar o famoso mata-leão! Nada de delicadeza, querer ajudar ou acidentes… é o gesto mais cara de pau de todos! Pode ser observado em micaretas, baladas e afins. E que se zidane as boas maneiras.
  • EMPRESTANDO O PALETÓ: Ele vai lhe emprestar o paletó ou suéter. Esse gesto significa proteção, sensualidade e posse. O cheiro dele fica na sua pele e o seu cheiro é passado para a peça de roupa dele. Além disso, é uma desculpa para ele ficar perto de vocês, já que terá que pegar o casaco de volta.
    Se um cala a boca não resolve o proximo passo é realmente emprestar o paletó pra ver se vc para de reclamar!! Existe também a possibilidade de estarmos tentando colocar o máximo de pano para te cobrir na rua! De vergonha! Huahauha

NAO ACHEI O AUTOR…
*perdi 5 minutos tentando procurar o autor “original”, assim como todos que plagiaram na caruda o texto, ou não.

Segundo a visão masculina, dividiu-se a TPM em 4 fases principais:

[tabgroup][tab title=”Fase Meiguinha”]

Tudo começa quando a mulher começa a ficar dengosa, grudentinha. Bom sinal?
Talvez, se não fosse mais do que o normal.
Ela te abraça do nada, fala com aquela vozinha de criança e com todas as palavras no diminutivo.

A fase começa chegar ao fim quando ela diz que está com uma vontade absurda de comer chocolate. O que se segue, é uma mudança sutil desse comportamento, aparentemente inofensivo, para um temperamento um pouco mais depressivo.

[/tab][tab title=”Fase Sensível”]

Ela passa a se emocionar com qualquer coisa, desde uma pequena rachadura em forma de gatinho no azulejo em frente à privada, até uma reprise de um documentário sobre a vida e a morte trágica de Lady Di. Esse estágio atinge um nível crítico com uma pergunta que assombra todos os homens, desde os inexperientes até os mais escolados como o meu pai:
– Você acha que eu estou gorda?
Notem que não é uma simples pergunta retórica.

Reparem na entonação, na escolha das palavras.

O uso simples do verbo ‘estou’ ao invés da combinação ‘estou ficando’, torna o efeito da pergunta muito mais explosiva do que possamos imaginar.
E essa pergunta, meus amigos, é só o começo da pior fase da TPM.

Essa pergunta é a linha divisória entre essa fase sensível da mulher para uma fase mais irascível.

[/tab][tab title=”Fase Explosiva”]

Meus amigos, essa é a fase mais perigosa da TPM.
Há relatos de mulheres que cometeram verdadeiros genocídios nessa fase.

Desconfio até que várias limpezas étnicas tenham sido comandadas por mulheres na TPM.

Exagero à parte, realmente essa é a pior fase do ciclo tepeêmico.

Você chega na casa dela, ela está de pijama, pantufas e descabelada.

A cara não é das melhores quando ela te dá um beijo bem rápido, seco e sem língua.

Depois de alguns minutos de silêncio total da parte dela, você percebe que ela está assistindo aquele canal japonês que nem ela nem você sabem o nome.

Parece ser uma novela ambientada na era feudal.

Sem legendas…
Então, meio sem graça, sem saber se fez alguma coisa errada, você faz aquela famosa pergunta: ‘Tá tudo bem?’ A resposta é um simples e seca: ‘Ta’ sem olhar na sua cara.
Não satisfeito, você emenda um ‘Tem certeza?’, que é respondido mais friamente com um rosnado baixo e cavernoso ‘teenhoo.’. Aí, como somos
legais e percebemos que ela não tá muito a fim de papo, deixamos quieto e passamos a tentar acompanhar o que Tanaka está tramando para tentar tirar Kazuke de Joshiro, o galã da novela que…
– Merda, viu!? – ela rosna de repente.
– Que foi?
A Fase Explosiva acaba de atingir o seu ápice com essa pergunta.
Sem querer, acabamos de puxar o gatilho.

O que se segue são esporros do tipo:
– Você não liga pra mim! Tá vendo que eu to aqui quase chorando e você nem pergunta o que eu tenho! Mas claro! Você só sabe falar de você mesmo!
Ah, o seu dia foi uma merda? O meu também! E nem por isso eu fico aqui me lamuriando com você!

E pára de me olhar com essa cara! Essa que você faz, e você sabe que me irrita! Você não sabe! Aquele vestido que você me deu ficou apertado! Aaaai, eu fico looooouca quando essas coisas me acontecem!
Você também, não quis ir comigo no shopping trocar essa merda! O pior de tudo é que hoje, quando estava indo para o trabalho, um motoqueiro mexeu comigo e você não fez nada! Pra que serve esse seu Jiu Jitsu? Ah, você não estava comigo? Por que não estava comigo na hora? Tava com alguma vagabunda? Aquela sua colega de trabalho, só pode ser ela.

E nem pra me trazer um chocolate! Cala sua boca! Sua voz me irrita! Aliás,vai embora antes que eu faça alguma besteira. Some da minha frente!
Desnorteado, você pede o pinico e sai. Tenta dar um beijinho de boa noite e quase leva uma mordida.

 

[/tab][tab title=”Fase Caótica”]

No dia seguinte o telefone toca.

É ela, com uma voz chorosa, dizendo que está com uma cólica absurda, de não conseguir nem andar..

Você vai à casa dela e ela te recebe dócil, superamável.

Faz uma cara de coitada, como se nada tivesse acontecido na noite anterior, e te pede pra ir à farmácia comprar um Atroveran, Ponstan ou Buscopan pra acabar com a dor dela.

Você sai pra comprar o remédio meio aliviado, meio desconfiado ‘O que aconteceu?’, você se pergunta. ‘Tudo bem’. Você pensa: ‘Acho que ela se livrou do encosto’.

Pronto! A paz reina novamente. A cólica dobra (literalmente) a fera e vocês voltam a ser um casal feliz.
Pelo menos até daqui a 20 dias…

[/tab][/tabgroup]

 

*Por Necésio Pereira

Quem já teve um enteado obstinado em desmanchar o namoro da mãe sabe bem o que é ter um inimigo. Já faz meses que não vejo a Ivone e Miguel – seu amado e nerd filho – ainda se vinga de mim, é um passatempo para o garoto. O meu  inimigozinho deixou de presente pra mim, além das dividas que fez com meu cartão de credito, uma variedade absurda de canais russos na minha TV a cabo.

Quem já teve um enteado obstinado em desmanchar o namoro da mãe sabe bem o que é ter um inimigo

Hoje à noite, quando cheguei em casa fui assistir televisão, e como não entendo nada de russo cada programa que eu assistia era um meio da minha mente divagar recapitulando meu dia. Ligo a televisão:

Canaltv 1000: Um cara fazendo uma reza xintoista em russo – bizarro!

r2

Lembrei que de manhã acordei com minha vizinha portuguesa, uma senhora de trocentos anos recém convertida para uma seita japonesa  apocalíptica entoando um tipo de mantra que mais parecia um grito de socorro de um vietnamita diante de um americano fortemente armado .

Troco de canal…

Canal Moscou TV Center:  Uma mulher com voz de cigarro dando uma bronca no mundo, com certeza é uma sapatão.

r3

 

Recordo que entrei no carro e coloquei aquele CD de meditação que ganhei  de uma amiga que recentemente descobriu-se lesbica, que agora resolveu que eu sou um gay irrustido, o que é algo bem humilhante partindo de uma mulher que transava comigo toda vez que ficava bêbada.

No percurso para o trabalho trânsito lento, no ritmo de um cortejo funerário – sorte que o tal CD de meditação era algo agradável… coisa do tipo “sorria você é vencedor”) por causa dele cheguei no escritório sorridente e confiável – dez minutos depois a tensão desfez o sorriso e a auto-confiança. Meu chefe resolveu  trazer seu sócio gringo pra conhecer o escritório e sabe-se lá porque pediu pra mim com meu inglês de cursinho barato de subúrbio explicar a enfadonha  engenharia conceitual  da nossa amada e idolatrada empresa.  Assistido por todos os colegas, vizinhos de baias e a nova-estagiaria-linda-mas-nada-sexy de pele marmórea e cabelos negros com visualzinho retrô que se vestia como uma amiga de  juventude da minha avó, percebi que ela  não perdia oportunidade de  fazer perguntas prolíficas me esnobando com seu inglês recém vindo de uma temporada em Londres.

Uma amiga minha resolveu que eu sou um gay irrustido, o que é algo bem humilhante partindo de uma mulher que transava comigo toda vez que ficava bêbada.

Hora do cafezinho e a Amanda do marketing veio puxar papo…estranhei , ela era o sonho de consumo de todo o pessoal do terceiro andar, mas tal qual a protegida do dono do morro, ninguém se aproximava dela com medo de acordar no outro dia com a boca cheia de recisão de contrato…ninguém duvidava que Amanda tinha um caso com o Patrão.

Ninguém se aproximava dela com medo de acordar no outro dia com a boca cheia de recisão de contrato

Fiz até um bafinho na palma da mão quando ela não estava me vendo, pra conferir o hálito, pensei “quem sabe talvez, ela dá uma brecha, enfrento o bom senso e chamo pra um japonês no final do dia.

Amanda perguntou:

– Então,você é amigo da Livia?

Fudeu! Livia é a amiga lesbica que cisma que sou veado!

Respondi sem graça: sou.

Ela: Legal ! A gente ta saindo.

Fudeu2- A Livia tá pegando a Amanda, o chefe não tá pegando ninguém e eu vou ser tratado pelo pessoal do escritório de forma exageradamente respeitosa, por que a galera vai querer provar que não é  homofóbica.

Lembrei dessa parte do dia porque troquei de canal –

Canal 5 RTB: Matéria sobre uma passeata gay e um fuzuê com a igreja ortodoxa.

pastedGraphic_3.pdf

A Pausa do Café acabou…continuei paparicando o gringo até a hora de sair, fiquei na portaria conversando com a Amanda dizendo que não conhecia nenhuma música da Lady Gaga, que não, nunca tinha ido até a Frei Caneca e que  sim, eu sabia que a filha da Gretchen estava trabalhando na novela da globo…

O Manobrista trouxe meu carro, entrei e liguei pra Livia, pus no viva voz e fui conversando com ela até chegar em casa, ela me prometeu contar pra Amanda que nós já tínhamos saídos e que eu sou muito macho, mantive a calma apesar das gargalhadas de Livia com seu senso de humor elegante como o de um  caminhoneiro.

Senso de humor elegante como o de um  caminhoneiro

Cheguei em casa, tirei os sapatos, soltei sonoros peidos ( não eram gazes apenas, eram afirmações de minha virilidade). Sentei no horroroso sofá de 800 dólares que a Ivone  me fez comprar  e fui zapear o  canais de televisão que meu  ex enteado e eterno obsessor  me presenteou …amanhã vou ver onde arranjo um professor que me dê aulas particulares de russo.

Scroll to top