O BSC podcast recebe um convidado inesperado, Daniel Pinheiro, roteirista e humorista standuper, e ele vem do jeito que o ouvinte gosta, cheio de experiência e sem papas na língua.
Daniel está bravo com a situação da sua pátria amada Guarulhos e meteu a boca no trombone da política sem medo dos coroné, em seu exílio, vivenciou na Espanha a primeira crise do euro, uma experiência para brasileiros… Um povo a beira da mingua, mas que nem por isso perdeu a conquista trabalhista de la siesta. Como é possível estar no sistema capitalista e viabilizar a soneca?!
Durante muito tempo, Daniel esteve naquela que foi outrora a TV que mais crescia no Brasil. A hoje TV mais estagnada do Brasil RedeTV! Lá vivenciou o joio e o trigo, confundiu os dois. Como eram os esporros de João Kléber nos bastidores?! O infarto não fulminante de Gilberto Barros “Água no Gilberto!” E a vida como roteirista dos programas de Luciana Gimenez, a eterna rival do BSC no quesito convidados. Como preencher as mais vazias entrevistas da história?
E ainda: As 3 vezes de Daniel Pinheiro com Andressa Urach. A mulher mais intensa do Brasil em seu momentos mais antológicos. Como a redação recebeu a notícia da infecção de hidrogel de Andressa, uma mulher a beira da morte na enfermaria. E ainda: A verdade por trás da desdenhada de Cristiano Ronaldo a eterna vice miss bumbum.
Daniel explodiu e não quer mais emprego! Ainda criticou a “Game of Thrones brasileira”, a novela medieval de surfista, Salve o Rei, e não perdoou nem Bruna Marquezine. Daniel só deu um aceno gentil mesmo a nossa diva, a ex-BSC Priscila Castello Branco. Incontrolável ele ainda meteu na eterna vítima Geisy Arruda, e enfim, já cansado de tanto acidez e recalque, Raoni Nicolai veio em defesa da musa com uma comparação que entrou para os anais reconstituídos da medicina.
Um programa bomba! Porque a TV aberta é um cara***!

Sabe quando você está tranquilo em sua casa, vendo a Turma do Didi ou Vale a Pena Ver de Novo, e surge aquela vinhetinha assustadora do Plantão da Globo. Sua espinha arrepia, você para o que estiver fazendo, derruba a criança no chão, olha para a TV e pronto: Maju é a jornalista do recado… “Caramba, o bicho pegou!” você pensa. Se Maria Júlia Coutinho era a melhor jornalista que tinha na hora é porque a catástrofe é exclusivíssima.
Ou então o Papa morreu, e um William Bonner barbado, por Skype, anuncia de sua sala de estar a notícia em rede nacional, ele que derrubou o bebê… Essa notícia é “boa” demais, essa é do chefe! Parem as maquinas! Ele faz questão de dar.
Não importa o quão aguardadas sejam certas notícias, não importa quão óbvias e iminentes sejam certas manchetes, na hora que elas ocorrem você pensa: “Não acredito!”
As maiores notícias que o Brasil passou nos últimos 30 anos. A morte do Senna, avião dos Mamonas, 11/09, sequestro do Sílvio Santos, a morte de bin Laden, Trump eleito, o impasse das Coreias, as quedas de Eduardo Campos e de Teori Zavascki, e ainda, Lula preso, o amanhã que nunca chega está no ontem… São apenas algumas das bombas abordadas no programa.
E mais: Você é @ ú[email protected] a saber?! Saiba se seu cônjuge está lhe traindo, com as dicas erradas da pequena espionagem do BSC! A decisão é sua…

No episódio de hoje retomamos o tema da liberdade, da independência, mas agora como adolescente. Aquele início da vida adulta espoleta que começa a complicar a sua existência. Quando o sexo oposto invade as festinhas e o ar cheira hormônios e feromônios, é o sentimento de libido e competição.
O pessoal range os dentes, Marcão Nascimento, Norminha, Thiago Zap, Raoni Nicolai e Heitor Okimura esperam o quanto podem um tal de Gui Preto, que chega tumultuando. Muita treta rola por variados motivos, ela vai e volta, e vem, e again and again.
E que contraste foi a juventude do pessoal hein?! Thiago Zap é Dorinho, seu amiguinho playba, Gui Preto é o mundrungo cachaceiro mirim, e Raoni, de jovem promissor a velho sem futuro. E ainda: a notícia mais cansada e esperada de todas é enfim dada e o assunto da prisão iminente de Raoni obriga a retomada do tema: estupro atrás das grades. Se prepara leite com pêra!
Ainda há preconceito no Brasil?! Quantas vezes a polícia pode parar um jovem jogador de Playstation antes da maioridade? E a influência da família no comportamento do jovem e na escolha da profissão. Por que você faz o que você faz, e por que vai errar na escolha da carreira!?
Viva cada vez mais tempo sendo um imbecil! Quando começa a vida adulta? Cientistas afirmam que cada vez mais tarde… Como a molecada de hoje vive a puberdade? E o papel transformador e atrasador da vida virtual no amadurecimento dos cada vez mais virgens e masturbadores jovens.

O BSC Repórter dessa semana se aprofunda em um dos maiores problemas do Brasil, o falido sistema prisional. Cadeias, prisões, jaulas e outros cárceres.
O surreal abismo que há entre as piores prisões do Brasil à maravilhosa estadia dos maiores corruptos e corruptores na Papuda, e nas demais prisões elitistas no país. Quantas inspeções as regalias de Sérgio Cabral aguentam?! É sala de vídeo, espelho no teto e comidinhas de bistrô…
A dura realidade dos abandonados presos, sem nenhuma chance de recuperação e ressocialização, super lotação, estupros e assassinatos. Mas existem prisões modelos no Brasil. Conheça a barata e eficiente cadeia de Pedrinhas, e por que não são todas assim?!
Arquivo: Carandiru, a eterna e icônica maior prisão nacional, um fosso abandonado a céu aberto no meio da maior cidade do hemisfério Sul.
Como são as prisões que deram certo no mundo? Noruega, Suécia e a escalada do crime na terceira idade no Japão, as gangues octogenárias necessitam atenção!
E mais: O BSC discute, como sobreviver em uma prisão?! Os melhores e ineficientes planos elaborados por nós para manter a sua integridade física intacta no cárcere. Vai dar certo? Não.
E ainda: A chance única de Heitor Okimura encostar em Siri, a Inteligência Artificial limitada do Google, o homem contra as falhas do sistema.

Scroll to top