Nome: José Serra
Apelido de infância: Senhor Burns
Idade: 175 anos
Profissão: Governador/prefeito de São Paulo
Religião: São Paulo
Orientação sexual: se não causar infarte, tá valendo
Uma frase: “Não entendi, o sr. Feijão tem alguma pergunta?”
Um ídolo: Maluf
Um prato: Tutu
Amigos íntimos: Aparentemente, nenhum
Um sonho: Ter energia
O segredo do sucesso: comida mineira
Não sai de casa sem…passar vergonha

Vi uma placa na rua esses dias, aqui em São Paulo, escrito “Seja cidadão, recolha o cocô do seu cachorro”. De começo, eu achei até normal, mais uma placa para donos de cachorro, mas depois eu pensei mais um pouco. Eu já vi placa “Mantenha a cidade limpa, recolhas as fezes do seu cachorro”, “Não deixe as fezes do seu cachorro aqui, você pode pisar nelas depois”, “Seja educado, leve uma sacolinha de cocô quando for passear com seu cachorro” e até “Recolha essa porcaria do chão”.

Mas eu não sabia que o meu nível de cidadania era medido pela quantidade de merda que eu recolho do chão. É mais uma medida do Kassab? Eu, que não tenho cachorro, nem posso ser considerado cidadão então? Eu não posso nem pegar as fezes de outro animal, tem que ser do meu cachorro. Acho que vou comprar um cachorro, cevar o danado de comida, fazer ele defecar na rua como se não houvesse amanhã, recolher o bizu da rua e enviar pra prefeitura, garantir minha cidadania.

Faça você o mesmo. Seja cidadão!

Com sono, Dier acorda e vai para a cozinha ainda de pijamas.

 

Desajeitado, coloca a manteiga no pão. “Não faço nada sem meu pãozinho de manhã”, comenta.

 

“Escovando o dente para mais um dia de trabalho”, escreve no twitter.

 

Dier Marinho é flagrado com sua mochila em ônibus na Av. Rebouças, na capital paulista.

 

“O que será que eu como hoje no almoço?” foi a pergunta do rapaz em sua conta no microblog.

 

Só na água gelada: Dier se hidrata devido à tarde quente na cidade de São Paulo.

 

Dier posta foto fazendo compras no supermercado. “Gosto de comprar a própria comida”.

 

Com os irmãos, Dier celebra seu aniversário no boteco do Clóvis.

 

Cansado, o ator dorme tranquilo em sua cama.

 

 

*Para maior conteúdo cômico, veja nosso último podcast clicando aqui.

 

Scroll to top