A mídia é boba

Eu me admiro bastante com as notícias que os veículos de comunicação divulgam, principalmente aqueles onde as matérias tem de ser feitas com uma rapidez ainda maior. Tempo bão era aquele em que os minino tinham que esculpir na pedra aquilo que queriam dizer. Você acha que eles não pensavam um pouquinho antes de sair divulgando que “a mulher da caverna ao lado alterou a cor dos cabelos: veja imagens das mudanças ao longo do tempo”?

Além destas notícias fuleras sobre a mudança da azeitona na empada da Angélica frente à gravidez de mais um garoto, tem outra coisa que eu acho mais bizarro ainda – o interesse mórbido da imprensa. Mais ainda do que quem morreu, ela gosta daqueles que estão e aparentam estar doentes.

O pessoal deve estar perguntando pro Reinaldo Gianecchini como que pega o tal do câncer, porque o rapaz era mais noticiado que o Big Brother. Nego nem sabia que ele estava em um peça de teatro, mas a mesma começou a bombar depois que ele retornou triunfante da doença. Se você colocar o nome dele no google, o nome aparece umas 15 vezes de duas semanas pra cá, entre portais de notícias e revistas de fofoca.

Meu respeito pelo ator, mas eu to pensando em raspar a cabeça no zero pra ver se consigo uma ponta de “celebridade doente da mídia”. Só preciso me tornar celebridade antes.

 

 

 

 

Scroll to top